Adeus Mamografia.... Exame de Sangue novo pode detectar Câncer de Mama

Olá meninos e meninas, tudo bem com vocês? Espero que sim...

Vi uma notícia top na internet e resolvi compartilhar com vocês!!!



Trata-se da mamografia, que vai ser trocada por um novo método de detecção ao câncer de mama....

Não sei se viram as mais recentes pesquisas, feitas pela (OMS) Organização Mundial de Saúde, que informa que a 2ª causa de morte mais frequente na Europa é o câncer de mama... Pesquisa feita em 2018....
O exame de mamografia (padrão) para detectar o Câncer, não é considerado confiável, por esse motivo pesquisadores estão procurando sempre novos métodos de detecção da doença, mundo afora.
Cujo o tratamento é mais fácil e apresenta maiores resultados, se diagnosticada rapidamente.
E recentemente (março/2019), a Universidade de Heidelberg anunciou uma novidade que alegra o mundo todo...
Foi desenvolvido um novo teste, pronto pra entrar no mercado ainda este ano (2019).
"Essa técnica é muito menos penosa para as mulheres, não dói nem expõe a mulher a radiação", Segundo Sarah Scott, que trabalha no hospital Universitário de Heidelberg, na Alemanha, ela acredita que esse teste irá substituir a mamografia na detecção do câncer de mama, a parte triste é que só é válido em mulheres com menos de 50 anos... Nem tudo é perfeito né? Em breve avançaremos para as com mais de 50 anos tenho certeza...
Chamada de "biopsia líquida" e não "invasiva", esse teste chamado de HeiScreen, já detectou 15 tipos diferentes de células cancerígenas da mama, e tem a vantagem de, identificar doenças antes dela ser visível através das técnicas de raios X ou ecografias. Por necessitar apenas de alguns mililitros de sangue e poder ser feito em qualquer laboratório e ser também mais econômico.
Foi informado que, o nível de confiabilidade do método em MULHERES ABAIXO DOS 50 ANOS, foi de 86%, muito mais elevado do que o método similar o CancerSEEK, que apresenta apenas 70% de confiabilidade. Já em mulheres com mais de 50 anos, a confiabilidade do HeiScreen cai para 60%.
Vamos agora aguardar para que a confiabilidade do método aumente em mulheres com mais de 50 anos não é mesmo?
(FONTE DE PESQUISA: GAZETA)

E aí gostou do post? já havia visto por aí?
Comentem....

Nenhum comentário

Gostou do Post? Comente aqui e compartilhe!

Tecnologia do Blogger.